.posts recentes

. Porquê?

. Luz... do luar

. Saudade...

. Iludimo-nos ou desiludem-...

. As fotos que não tirei!

. Meu DEUS... porquê?

. Desencontro...

. Enquanto é tempo...

. Eu queria ser...

. A vida é um livro

.arquivos

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

Que sentido...

...têm as palavras?

Doces, maravilhosas, sensíveis,...

Depois do silêncio?

Aviãozinho de papel lançado para  aterrar na pista de um sonho?

Algodão... doce que derrete e logo desaparece?

Balão colorido que se solta da nossa mão?

Palavras em vão?

Não!

No silêncio consigo ouvi-las...

No vazio consigo senti-las...

Mas sem sentido?

O  tempo... o vento... as levará! 

publicado por disa às 15:23
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 10 de Julho de 2007

Porquê?

Porque deixam, pouco a pouco, de se agitar as nossas bandeiras? 

Nossa referência, nosso exemplo, porto de abrigo disponível para acolher, confortar, aconselhar, gostar, criticar, repreender, desculpar... sempre com muito amor!

As cores que, inicialmente eram vivas e atraentes, vão-se esfumando, esbatendo e elas ficam tão frágeis!

O tempo vai desfiando as nossas bandeiras... tira-lhes não só a cor mas também o brilho, a leveza, a agilidade, rouba-lhes tudo... o que tiveram e o que foram.

O tempo é ingrato, retira os nossos sinais e diz-nos:

- Agora vai, descobre o teu próprio caminho e iça as tuas próprias bandeiras!

É assim numa sucessão que, por mais repetitiva, jamais a aceitaremos!

- Porquê? Perguntamos!

Porque sofremos tanto quando deixamos de vislumbrar o carácter peculiar daquelas que foram os nossos pontos de referência? Faróis sempre ligados que nos guiaram e indicaram o melhor percurso!

Que fazer quando o vento continua a soprar e as nossas bandeiras já mal se agitam?

Apenas continuar a amá-las!

Continuar a amá-las é respeitá-las! É dizer-lhes: OBRIGADA!

publicado por disa às 23:50
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds