.posts recentes

. Porquê?

. Luz... do luar

. Saudade...

. Iludimo-nos ou desiludem-...

. As fotos que não tirei!

. Meu DEUS... porquê?

. Desencontro...

. Enquanto é tempo...

. Eu queria ser...

. A vida é um livro

.arquivos

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

Sábado, 17 de Março de 2007

Só tu me compreendes...

Olá amiga!

Que tens hoje? Não dizes nada. Esse papel é o meu. Trocámos, foi?

Sempre, no final do dia, quando nos voltamos a encontrar, és tu que me contas as tuas alegrias, as tuas vitórias, as tuas aventuras, os teus encontros, ... tudo! Nunca tivemos segredos! Hoje é diferente porquê? 

... nem uma música, nem uma canção, nem um livrinho,... nada?

Hum! E esses olhos marejados! Que te fizeram?

Ah! Já sei. Magoaram-te e mais uma vez, como sempre, achas que tens uma resteazinha de culpa?  

Conheço-te tão bem! Quando deixas de ser assim? Tenho a certeza que não fizeste nada que pudesse, pelo menos de propósito, magoar alguém. 

Nunca falas das tuas tristezas, porquê?

Vá lá, faz um esforço! Vás ver que ficas melhor!

O meu papel é ouvir e hoje já falei tanto...! E não consegui animar-te!

- Deixa lá! Amanhã estarei melhor!

Só tu me compreendes!

Agradeço-te, por isso.

Obrigada, SILÊNCIO!

publicado por disa às 23:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds